quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Espionagem

"O Mudfighter é o mais sofisticado avião conhecido pelo Homem". - Destro in "Operação Dragão de Fogo" (DIC entertainment studios).


Este caça-bombardeiro altamente sofisticado foi alvo de espionagem na 1ª série que a DIC produziu para a Hasbro quando substituiu a Sunbow/Marvel. Operation Dragonfire foi uma mini-série de 5 episódios de 20 minutos que fizeram a transição dos Joes para novos seguidores. E a 1ª a passar na televisão portuguesa em 1991. 


Original de 1989 nos EUA, chegaria às prateleiras em Portugal no ano de 1991. A maior diferença para o original americano era a cor das bombas. Na maior parte da Europa, azuis. Nos EUA, cinza metalizado. Trazia o piloto, "Dogfight" que tinha um aspecto de piloto de bombardeiro da segunda guerra mundial.


 Embora a série de 1989 tenha inúmeros pontos altos, este Mudfighter podia ter sido bem melhor. A maior parte dos detalhes são incorporados nos molde do corpo principal do veículo (como as Gatling guns no queixo), o trem de aterragem é fixo, entre outros detalhes que "o mais sofisticado" poderia não ter. Mas tem outros pontos altos como o design futurista e o conceito de propulsão, etc...


Scoop, o agente Cobra que se tornou G.I.Joe (já Mercer o tinha feito antes em 1987). O caminho deste foi no entanto, bem mais complicado. A sua missão como Crimson Guard tinha como objectivo a incorporação na equipa dos Joes. Para isso, contou com a oportunidade ao salvar um agente e cair nas boas graças do Sgt-Slaughter ganhando assim o uniforme. A sua missão então começou. Gravar tudo o que podia, incluindo detalhes técnicos do Mudfighter.


Esta foi outra figura esculpida com base numa pessoa real, assim como a sua ficha de combate. Scoop era o nome de código de Leonard Michaels, um repórter de TV. Na vida real, Michael "Mike" Leonard é um jornalista da NBC. E teve o privilégio de se ver imortalizado como figura de acção. Começou como agente Cobra, infiltrou-se nos G.I.Joe, e finalmente depois de desmascarado e aprisionado, acabou por ajudar os Joes a vencer a batalha, limpando assim o seu nome.


Low-Light foi o Joe que nunca gostou da ideia de Scoop ser aceite na equipa e acabou por encontrar provas da sua traição. Esta versão de Low-Light (a 2ª nos EUA) foi a única figura dos Slaughter´s Marauders à venda em Portugal. Esta "nova" equipa do Sgt. Slaughter era facilmente identificável pela cor e foi criada para ofensivas rápidas. Lamentavelmente, das 6 figuras e 3 veículos de camuflagem única... apenas Low-Light chegou ao território português em 1991 (lançado em 1989 nos EUA).


Um dos poucos aliados que Scoop teve quando contou a sua versão dos acontecimentos para ter ingressado nos Cobra foi Stalker, que acreditando no potencial deste novo Joe, permitiu que escapasse para que pudesse limpar o seu registo. Stalker foi um dos originais Joes de 1982 (embora noutra versão). Esta foi a 2ª versão que data originalmente de 1989 (EUA) e chegou a Portugal em 1991. Esta série de figuras tinha uma notável característica no que tocava a acessórios. E Stalker é o exemplo perfeito. Cada figura trazia um arsenal em vez de uma arma. Claro que havia excepções, mas essa era a regra.


Rock ´N Roll era outro membro da equipa original de 1982 e que aqui (na sua 2ª versão -1989 EUA) vemos como outro exemplo de armamento. Não tendo uma acção directa na fuga de Scoop, não o perseguiu com intento, dando algum crédito ao ex-Cobra.   


O contacto de Scoop era um Alley-Viper recentemente promovido dos corpos da Crimson Guard. Os Alley-Vipers são as tropas de combate urbano dos Cobra. E uma das unidades de elite. Como figura, uma das mais apreciadas pelos coleccionadores. Também originalmente da série 8 nos EUA, chegaria a Portugal em 1991 para gáudio dos fãs da série de TV. Esta mini-série deu um novo empurrão às vendas em Portugal e permitiu aos novos fãs um conhecimento desta notável colecção que infelizmente e a partir daí, viria a cair em qualidade até ao esquecimento. Felizmente para muitos, temos boa memória!

Sem comentários:

Publicar um comentário