sábado, 25 de fevereiro de 2012

Personagem do dia: Dr. Mindbender

Todas as facções com aspirações ao domínio do mundo têm um cientista genial, mas louco. No caso dos Cobra, esse oficial científico é Dr. Mindbender, mestre do controlo da mente.


Tendo como projecto de vida o seu "Alterador Cerebral" (que conseguiu transformar numa arma portátil que podemos observar na imagem), adquiriu profundos conhecimentos em todas as ciências que incluam algum tipo de alteração ou manipulação. É o interrogador ao serviço do Inimigo, embora despreze o Comandante Cobra por nele ver um cobarde incapaz de liderar com majestosa arte e saber as legiões de combate de que dispõe.


Cansado de derrotas e de insultos ignorantes do Comandante, decidiu criar Serpentor, o "Imperador dos Cobra", desenvolvido a partir dos genes de alguns dos maiores monarcas e guerreiros da História. Foi bem sucedido, e embora a personalidade de Serpentor seja afectada pelo seu enorme ego, Mindbender vê isso como um pequeno detalhe incomparável à grandeza da sua criação. O "bom" doutor foi também o criador dos B.A.T., os andróides de combate dos Cobra.


BIO: Dr. Mindbender foi em certa altura um excelente ortodontista e um homem muito gentil e honesto. Ao mexer com estimulação cerebral eléctrica como meio de aliviar a dor de dentes, o bom doutor cometeu o erro trágico de experimentar em si mesmo. Ele passou por uma completa mudança de personalidade e tornou-se odioso, enganador, e vão!
Dr. Mindbender abandonou sua prática e dedicou todo o seu tempo a aperfeiçoar o seu Alterador Cerebral numa sistema de armas portátil capaz de reduzir o individuo com maior força de vontade num encolhido covarde.
"Dr. Mindbender não acha que seja iludido - ele sente que costumava ser. Agora que ele viu a luz ou a escuridão se quiser, ele sente que é sua missão pessoal trazer o milagre de controle de pensamento para todos e cada um de vocês!”


A capa de veludo é um dos acessórios que o diferenciam. Além de ser frágil (naturalmente) contempla uma marca Cobra que se pode danificar ou perder a cor. Esta é a 1ª versão e ao melhor do meu conhecimento, a única que saíu em Portugal. A outra versão é feita de um tecido de pior qualidade e o símbolo em vez de pintado, é um transfer. Esta figura é original de 1986(EUA) e chegou a Portugal em 1988 com a 2ª série (portuguesa). 


A cor cinza prata é dominante nesta figura e muito passível de se perder ou raspar. Aqui sem capa, podemos observar a Cobra nas costas. Geralmente está em bom estado, uma vez que a maior parte das pessoas que tenham vendido a figura incluem a sua capa que protege de algum modo a parte de trás do boneco. A "pele" desta figura apresenta-se na maior parte das vezes com queimadura do sol, ou seja, amarelada.

     

Sem comentários:

Publicar um comentário