quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Veículo da semana: Badger

Pensado para 1990(EUA), por razões relacionadas com a produção, só no ano seguinte o G.I.Joe Badger estaria disponível para venda nos Estados Unidos. Este velocíssimo jeep era a mais moderna arma dos G.I.Joe na classe de ligeiros. À velocidade, combinava a manobrabilidade e intenso poder de fogo que colocava no terreno de batalha. Era um pesadelo para as mais disciplinadas linhas dos Cobra...


A Portugal chegaria nos finais de 1992, e seria em 1993 que podia ser encontrado em (quase) todos os habituais locais de venda. O grafismo da caixa é diferente da versão americana e consequentemente da versão vendida nos países que se abasteciam nos mesmos fornecedores dos norte-americanos. Como já havia referido anteriormente, "Portugal" ia buscar os G.I.Joe ora ao Reino Unido, ora a Espanha.


Embora de simples construção enquanto peça, este veículo era estranhamente apetecível. As suas linhas agressivas tornavam-no em algo que cativava, embora manifestamente demonstrativo dos cortes de orçamento que a linha sofria cada vez mais. A grelha frontal equipava um sistema de luzes de 500W amplificadas por lentes.

 

Equipado com aquele que parece ser o mais poderoso dos canhões de mola de toda a colecção (que pode magoar se atingir partes mais sensíveis do corpo), disparava 3 mísseis a mais de 3 metros.


Longe das complexas suspensões que protegiam os veículos dos anos 80, este jeep vem com uma suspensão traseira funcional. E o mais interessante é que as rodas giravam suavemente permitindo a este conjunto de características oferecer às "crianças" momentos de diversão sem fim. Devido à sua simples construção, o Badger é quase indestrutível e considerando a sua altura ao solo, rola em quase todos os tipos de piso. Sem dúvida um dos meus favoritos entre aqueles menos aclamados.


A jaula que protege a cabine (e condutor) pode ser levantada assim como o capô (ou capot) que revela um pneu sobressalente que no entanto nada tem de comum com os que vêm com o Badger. Curiosamente, estes 4 pneus são do mesmo exacto molde daqueles que equipam o Cobra BUGG, e são de facto interconectáveis não havendo qualquer diferença de cor. Quanto à cor, mas da estrutura exterior, é naturalmente sensível ao sol. Sendo originalmente de um verde/amarelo neon, passa a amarelo torrado em poucas semanas se os devidos cuidados não forem tomados.  


Pensado para apenas uma figura (condutor) pode ainda transportar mais duas (uma de cada lado) graças aos pinos/cavilhas de pé que se encontram entre as barras laterais e abas das rodas frontais.


Armado com um sofisticado lança-mísseis automático, dispara mísseis de superfície que voam em silêncio junto ao solo. A antena de transmissão (que orgulhosamente eleva a bandeira da unidade) tem capacidade de interferência em rádios inimigos, servindo assim de escudo contra detecção.   


A alta velocidade, o Badger penetra as linhas do inimigo, causado confusão e devastação entre os Cobra...

Sem comentários:

Publicar um comentário