sábado, 28 de janeiro de 2012

Veículo da semana: Phantom X-19 Stealth Fighter

De volta às aeronaves e apresentando uma das mais espectaculares de sempre. À data, o mais secreto e mortífero avião em existência. Este caça-bombardeiro conseguia penetrar as linhas inimigas a uma velocidade acima de Mach 3.5 (mais de 3700Km/h)!


Este veículo foi lançado no mercado americano em 1988 e chegaria em finais de 1989 a Portugal. A 1ª versão a chegar ao nosso país trazia Ace (piloto do XP-14F Skystriker) embora o nome do piloto se mantivesse fiel ao original (ou que deveria trazer), Ghostrider. Nessas primeiras versões, a foto de Ace era colada em cima do canto onde a figura original era representada. Em 1990, com a série 4 (portuguesa) em pleno comércio, chegaram os "verdadeiros".


Lado a lado, versão americana (esquerda) e 1ª versão europeia por assim dizer (à direita). Não é claro se a distribuição destas variantes era aleatória, ou se simplesmente tenha havido um atraso na produção de figuras "Ghostrider" no Reino Unido obrigando a Hasbro a lançar estas versões "provisórias". De qualquer modo, a figura Ace era exactamante igual à de 1983 (que chegara a Portugal em 1987 com o XP-14F como já referi). 


Uma vez mais podemos observar a diferença no fabrico de versões americanas e "europeias". A versão do Reino Unido (que era a que geralmente tínhamos acesso) tinha uma fuselagem mais clara embora as partes verdes sejam mais escuras. São muito semelhantes e a única forma de perceber que mísseis pertencem a que versão é dispondo do termo de comparação.

 

Mais notória é de facto a patilha que abre (e fecha) o trem de aterragem. À direita, a versão "europeia" que é puxada num ângulo de 45º. Esta versão estava também disponível nos EUA, embora claro está, com as cores USA. Existem de facto 3 versões deste sistema ao contrário do que é referido nalguns websites de referência. 2 deles baseados na patilha da direita, e a que podem observar à esquerda com um sistema de slide que no entanto não apresenta um gancho de paragem na cauda da aeronave. Esta é a versão mais rara.

 

Quanto ao avião em si, é de uma elegância extraordinária. Baseado no mito do F19, vai buscar ideias aos dois aviões mais reconhecidos como o misterioso avião: o Lockheed F19 (projecto Have Blue) e o Northrop Loral F19 Spectre. Se eram projectos reais ou não, continua um mistério. Mas o mito deu à luz esta maravilha da Hasbro que como se sabe, acabava por desenvolver veículos com base em veículos que muitas vezes só seriam realidades contemporâneas (leia-se do conhecimento público) anos mais tarde.


De acordo com a informação da própria caixa, o propósito do desenvolvimento da tecnologia furtiva (stealth) é a produção de aeronaves capazes  de penetrar as linhas inimigas e com precisão largar armamento sem ser detectado. Assim, parte do seu armamento é escondido na própria fuselagem e só mostrado quando usado. Podemos ver a forma como os canhões para combate a baixa velocidade surgem quando as lâminas das asas abrem.


O Phantom X-19 Stealth Fighter tem um poderoso armamento: 2 mísseis ar-ar BY-106 "Little Guy" de longo alcance, 2 canhões laser duplos de pulso, e além dos 2 canhões de combate a baixa velocidade anteriormente referidos, conta também com 2 "Bullseye II" mísseis guiados assistidos por computador.


Dotado de uma asa de estabilização e uma câmera de ângulo aberto, pode ser guiada pelo piloto até ao alvo, embora sendo assistido por computador, este míssil de voo rasante é geralmente independente quando adquire o alvo.


Toda a estrutura da aeronave é composta por material que absorve o sinal do radar. Suave nas suas linhas, é também semelhante ao famoso mito(?) do projecto Aurora


Motor de jacto triplo com entradas de ar de baixo perfil de infravermelhos com indução de ar dirigida por lâminas de titânio.


Na cauda está montado o sistema de aviso de detecção. O acesso ao motor é permitido quando accionado pelo trem de aterragem, o travão-aéreo (air brake ou speedbreak) abre.


O acesso ao cockpit. Montado em carris, a cobertura desliza para revelar as posições do piloto e navegador/ oficial de controlo de armamento.


Composto por camadas de dióxido de silício (silica), o vidro do cockpit é resistente a altas temperaturas.


Incluído com o X-19 vinha o seu piloto, Ghostrider. Engenheiro aeronáutico especializado em caças furtivos, via o termo furtivo como uma forma de estar. Ter a coragem de voar adaptado ao perfil do terreno (NOP- Nap Of the Earth) sem ser detectado. Um tipo de voo que a alta velocidade não permite o mais pequeno erro. E o Major Jonas Jeffries não se importa.  A invisibilidade sempre foi a sua especialidade desde os tempos de escola primária onde agia de um modo que passava despercebido aos professores.


Uma das melhores figuras de pilotos da linha, trazia um cachecol em tecido que é extremamente frágil e raro. Se conseguirem uma figura destas sem o cachecol, o melhor é começar a pensar em fazer um, porque a probabilidade de encontrá-lo é ínfima e mesmo que encontrem, não estará nas melhores condições. 

    

2 comentários:

  1. Essa aeronave é linda.

    Com sorte consigo adicioná-la à minha coleção.

    ResponderEliminar