domingo, 4 de março de 2012

Personagem do dia: Astro-Viper

Nome de código para os Cobranautas, Astro-Vipers são os combatentes espaciais dos Cobra. Especialistas em comunicações e electrónica, a sua condição física enquanto (ex) pilotos de Night Raven torna-os perfeitos para o trabalho.


De facto, os Astro-Vipers são escolhidos entre as linhas dos Strato-Vipers, que são já alterados cirurgicamente para sustentar todo o esforço do vôo a grande altitude e por demorados períodos. Sendo os Strato-Vipers uma elite, escolhida entre os melhores Air-Vipers, estes Astro-Vipers são a elite da elite. Convém pensar nisso antes de enfrentar um... ou vários. 


Enquanto figura, é excelente e representativa de uma série de prós e contras de algumas destas figuras de 3 3/4" ou 9.5cm. Os prós: detalhe, pintura, múltiplos acessórios, articulação, para referir alguns que me parecem mais relacionados com os contras. Ou seja, os contras estão directamente associados aos prós. Se o detalhe e a pintura são fantásticos, são também frágeis. Se os acessórios são muitos, perdem-se. Se a articulação é de múltiplos pontos, desgasta-se tornando os membros da figura soltos. Conclusão: sendo peças de colecção, e até com alguma resistência, há que tomar precauções de forma a preservar o bom estado das figuras.


O Astro-Viper chegaria a Portugal em 1989, curiosamente apenas um ano após o seu lançamento no mercado internacional. É um original de 1988(EUA). Vinha equipado com um "jet-backpack" que lhe permitia mover-se rapidamente em diferentes ambientes atmosféricos. Era também uma arma, dispondo de 2 canhões incorporados. Na imagem, os apoios dos braços estão acoplados ao corpo principal da "mochila", mas são peças independentes. E tudo o que podem ver em termos de pinos, partem-se. Por vezes, até ao retirar as mangueiras ou finos tubos que são comuns a muitas e muitas figuras da linha.


BIO: A tecnologia de vigilância por satélite é absolutamente vital para a espionagem militar moderna. Satélites de rastreamento intrincados deve ser mantidos e reparados no local e como a rede de "olhos-no-céu" Cobra cresce, mais e mais reparos são necessários, necessitando de técnicos mais capazes de resistir a repetidos lançamentos com altos G e longos tempos em órbita.
"Os Cobranauts são recrutados das fileiras de Strato-Vipers, aqueles pilotos dos Night Raven, que são natural e artificialmente condicionados para vôo a  grande altitude e manobras de altos G. Os Cobranauts pilotam os veículos de lançamento e recuperação, operam as estações orbitais e fazem o trabalho de reparação de satélites. Eles gostam de estar lá em cima, onde é frio e escuro. "


Se os G.I.Joe tinham o seu equipamento que embora não tivesse sido comercializado em Portugal na sua forma original, existia desde 1987 (a variante - Crusader Shuttle - viria a estar por cá à venda em 1991); os Cobra tinham também as suas armas. E os Astro-Vipers estavam lá para as proteger, reparar e pilotar!

Sem comentários:

Publicar um comentário