sexta-feira, 11 de março de 2011

Vaivém

No passado dia 9 de Março (2011), aterrou pela última vez o vaivém Discovery. Depois de Columbia e Challenger (ambos perdidos em desastres), a mais antiga nave da NASA em actividade segue assim para uma merecida "reforma" como peça de museu. Em jeito de homenagem a este veículo que tanto deu à Humanidade, veremos hoje aqui um veículo de G.I.Joe que terá sido criado graças à popularidade da nave espacial orbital.


Crusader Space Shuttle foi lançado em 1989 (US) e era parte do catálogo de 1991 em Portugal. Este veículo foi construído com base no modelo de outro vaivém (Defiant) dos G.I.Joe de 1987 (US) que por sua vez, fazia parte de um gigantesco playset que incluía uma base de lançamento móvel e um booster onde o vaivém encaixava.


Existiam algumas diferenças estruturais entre os dois shuttles, além das cores usadas. O antecessor era todo branco enquanto este, Crusader, tinha várias partes pretas. As janelas eram também diferentes sendo que Defiant era munido de janelas pretas.


Embora inspirado na popularidade do Space Shuttle da NASA, o design deste veículo tinha a sua base em projectos anteriores de corpos sustentantes como o Northrop HL-10 anteriores a 1970. Muita gente pensa que este veículo de G.I.Joe era desenhado usando as linhas do X-33, mas na realidade, o desenho de G.I.Joe é anterior ao início desse projecto, provando assim uma vez mais o brilhantismo dos designers da linha. 

Payload e Countdown (não incluído com a nave)

A estação de comando da tripulação no cockpit tinha lugar para 3 figuras e era de facto muito interessante (e espaçoso) uma vez que capturava o espírito do tipo de veículo em questão. O misto de simplicidade e detalhe que bastasse era imagem de marca.


Atrás do cockpit, as portas abriam para revelar uma ampla area de carga com uma escotilha para actividade extraveicular (actividade em espaço aberto realizada por astronautas). Reside aqui uma das diferenças estruturais em relação ao molde da antecessora "Defiant" que contava com um braço mecanizado montado na base da área de carga.

 
Em compensação, Crusader trazia Avenger, uma pequena nave de reconhecimento e ataque que podia ser armazenada na área de carga. Esta nave era também uma reutilização de molde, sendo que fora desenhada originalmente (em 1986) para acompanhar um avião dos Cobra, o Night Raven S3P. Esta versão diferia nas cores para estar de acordo com o vaivém. 


Um pormenor interessante era a inclusão de um cordão umbilical que permitia sustentar no ar o astronauta e piloto do vaivém. Nunca vi este set à venda em Portugal, e a versão que aqui vemos é a norte-americana, que foi obtida em França (lugar onde a nomenclatura "Action Force" nunca existiu). No entanto, é de acreditar que tenha estado disponível uma vez que constava no catálogo de 1991.


A defesa deste veículo dependia de 2 canhões de 20mm que estavam integrados na fuselagem, podendo contar também com a nave de reconhecimento "Avenger" que seria lançada da sua área de carga em caso de necessidade.


A figura incluída era Payload. Astronauta de especialização primária, contava logicamente com larga experiência em aeronaves convencionais. Nascido em Cape Canaveral, na Florida, cresceu a assistir aos lançamentos espaciais. Tornou o seu sonho realidade ao tornar-se piloto de combate e servindo o seu País em combate mereceu a oportunidade de se candidatar ao programa de astronautas.

   
Countdown era também astronauta na equipa dos G.I.Joe. Não incluído com Crusader Space Shuttle era também do mesmo ano de lançamento. Chegou a Portugal em 1991 e trazia um sistema de gancho e contra-peso que permitia à figurar deslizar em ângulos oblíquos.


Astronauta e piloto de combate, era engenheiro de electrónica. A partir do momento em que se percebeu que o próximo campo de batalha com os Cobra seria o espaço, G.I.Joe iniciaram a sua preparação recrutando as melhores unidades para o trabalho. Countdown é seguramente um deles. Capaz de manter o raciocínio debaixo das mais exigentes situações de emergência faz dele o tipo que precisam!



 

Sem comentários:

Publicar um comentário