sábado, 10 de setembro de 2011

Anfíbio de combate

Provavelmente baseado no AAV-7, o novo veículo do Sgt. Slaughter fez mossa em 1990. Poderoso e volumoso, podia carregar tropas e distribuir miséria entre as linhas dos Cobra. Lançado em 1988 nos EUA, o Warthog A.I.F.V. trazia uma nova versão do sargento e muita diversão aos adeptos de G.I.Joe.

O Warthog foi o 1º veículo de transporte de tropas a ser lançado em Portugal. Com blindagem e força para superar obstáculos, a sua aplicação terrestre era quase ilimitada. 


Um veículo anfíbio de combate destinado à infantaria, tinha um motor de 800cv BOZ-29 que lhe permita uma velocidade máxima perto dos 90km/h.   


Capacidade de carga: 6 lugares sentados.



Tripulação: 3. Condutor, operador de radar e artilheiro.


Blindagem de alumínio especial revestiam o seu casco sendo assegurado por placas de aço aparafusadas. Contava com 12 lançadores de granadas de fumo para camuflar a sua posição e luzes de infravermelhos para condução nocturna.


O ar no interior mantinha-se puro graças a um filtro de ventilação.


Armamento: 2 mísseis de superfície MGM-59 "Lance" de duplo impulso com propulsão líquida e um canhão de 20mm. Também dispunha de aberturas nas portas de acesso de pessoal que podiam servir para abrir fogo para o exterior.


Incluído com o Warthog A.I.F.V. vinha o seu condutor, Sgt. Slaughter. Ainda (e sempre) sargento de instrução, tinha agora como especialidade secundária a condução do veículo Warthog A.I.F.V., a nova peça de equipamento dos G.I.Joe. Embora qualquer operacional dos G.I.Joe conseguisse conduzir esta máquina, apenas o Sgt. Slaughter tinha o que era preciso para tirar o maior proveito de um veículo "maçarico", fruto da sua experiência como Sargento de Instrução principal. É o seu veículo de escolha, porque é quase tão bruto como ele.

 

 

Sem comentários:

Publicar um comentário