terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Gigante do Espaço

Em 1995 chegaria a Portugal um curioso tema para os G.I.Joe: Star Brigade, cuja história a maior parte de nós ignorava completamente. Quem teve o catálogo desse ano talvez se lembre de um gigantesco robot armado... que tendo estado presente de algum modo entre nós (mesmo que só numa imagem de catálogo) merece aqui uma referência.


A era espacial havia já sido palco para batalhas com os Cobra nos anos 80 nos EUA, mas a Portugal só havia chegado nos anos 90. Esta não era portanto a 1ª tentativa da Hasbro em usar o tema, mas foi esta a linha inteiramente dedicada a combate "extra-terreno". Na Grécia, Espanha e Itália, esta série fora lançada em Setembro de 1993 (meses após o lançamento nos EUA) mas só chegaria quase 2 anos depois a Portugal.

   
Quando foi finalmente lançada em Portugal a série de "1995", consegui em pouco tempo encontrar todas as figuras e veículos... mas a "peça central" escapou-me sempre. Ainda hoje penso se algum terá chegado a Portugal. Frustrado com a minha demanda, tive de ir a França para encontrar um "Armor-Bot". Depois da excitação inicial ao encontrá-lo, tive um calafrio quando olhei para as linhas de fala. Infelizmente, não fazendo parte dos países que usam as linguagem originais nas figuras que "falam", todas as linhas do meu novo "Mech"... vinham em francês.

 
Não obstante estar a lidar com uma pequena frustração, facilmente me esquecia quando olhava para a gloriosa peça. Um gigantesco guardião que lembrava um pouco o filme "Aliens". Um dos braços tinha um canhão Gatling que lançava mísseis através de uma mola (accionada por gatilho). O outro além de uma garra retráctil, dispunha de um "dedo" que permitia agarrar objectos e claro está, andróides inimigos.


No interior da sua cabeça, era o cockpit que alojava duas figuras. Condutor e artilheiro. Estávamos na era dourada das figuras com sons e luzes, e este "Robot Armado" tinha um canhão no queixo que se iluminava ao som dos tiros. Com articulação limitada, era no entanto bastante convincente. Usava esferas nas articulações, o que permitia amplos movimentos.

 
As vozes (neste caso em Francês) eram activadas com o botão esquerdo, sendo o direito aquele que accionava a luz e sons de tiros do canhão. Este gigante era de tal forma grande que foi incorporada uma pega no seu design. Esta deve ter sido a 2ª ou 3ª vez que o Armor Bot saíu da caixa. E se repararem, já se nota um leve tom de amarelo no plástico. É impressionante! 


A figura incluída era uma versão exclusiva do General Hawk. Em versão "Amor-Tech", era o comandante da Star Brigade. Veterano da guerra lunar (onde se deram as primeiras batalhas fora da Terra), tinha o comando estratégico das operações. O seu novo "brinquedo", era o Armor-Bot. E não havia Cobra que podendo fugir, o enfrentasse quando estava no cockpit deste gigantesco defensor. 

 

Sem comentários:

Publicar um comentário