terça-feira, 21 de setembro de 2010

Cobra: O inimigo

A infantaria dos Cobra. Treinados em todas as armas da NATO e Pacto de Varsóvia, são as caras "sem nome" que formam as legiões do inimigo.


Também peritos em artes marciais (que nos anos 80 atravessavam a sua era de ouro no cinema e TV), tinham como especialização secundária a sabotagem.

  
Esta figura era originalmente de 1983 e era uma variante da originalíssima de 1982, diferindo nas articulações dos braços. O chamado swivel-arm, ou junta rotativa permitia agora que as figuras pudessem rodar os braços 360º abaixo do ombro. Uma grande melhoria! Quando chegou a Portugal, G.I.Joe já havia evoluído mais que isto, pois já haviam passado 5 anos desde a sua criação nos EUA.


Não contando com Zartan que era apenas líder dos Dreadnoks, uma facção independente (leia-se mercenários) aliada aos Cobra, o único líder inimigo que chegou a Portugal em 1987 era Destro, outro personagem de 1983. Assim sendo, quem teve o privilégio de brincar com estas figuras nessa altura, liderou as suas tropas com (ou contra) o famoso negociador de armas. Curiosamente, Serpentor (imperador Cobra criado geneticamente) chegou a Portugal primeiro que o infame Cobra Commander - um dos originais de 1982.

Sem comentários:

Publicar um comentário